A carregar...

Reserva Tinto 2011



DENOMINAÇÃO

Vinho Regional Alentejano

PRÉMIOS

Medalha de Prata International Wine Challenge 2014
Medalha de Bronze Decanter 2014

CASTAS

Alicante Bouschet, Aragonez, Syrah, Petit Verdot e Cabernet Sauvignon.

ÁREA DE VINHA

25 hectares

VINHA

Plantada em solos argilo-calcários numa ligeira encosta exposta a sul, com as linhas orientadas a norte-sul. Explorada de forma sustentável ao abrigo do programa de “Protecção Integrada”.

VINIFICAÇÃO

Uvas colhidas manualmente durante a madrugada e manhã para pequenas caixas. Fermentação alcoólica a temperatura controlada e maceração pré-fermentativa a frio. Fermentação malolactica parcialmente em barrica, seguida de estágio de 12 meses em barricas de carvalho francês sendo 20% em barricas novas. Posterior estágio em garrafa durante 8 meses.


ENGARRAFAMENTO | Julho de 2013
PRODUÇÃO | 5 045 garrafas
CONSUMO | 2014 • 2016
Pela sua intensidade aromática, robustez, frescura e juventude pode ser consumido ainda jovem. No entanto, a sua capacidade de evolução permite que seja apreciado após um período de guarda, ao longo do qual adquire complexidade e desenvolve o seu bouquet.

ANÁLISE

Teor alcoólico | 14% vol.
Acidez Total (g/dm3) | 5,4
Acidez Volátil (g/dm3) | 0,69
Açúcar residual (g/dm3) | 3,2
pH | 3,81

NOTA DE PROVA

De cor vermelha opaco e tonalidade violeta, com um aroma complexo, predominando o floral e frutos vermelhos maduros integrados com notas a especiarias e tostadas. Apresenta-se volumoso e concentrado na boca, com taninos firmes e redondos. Final longo e fresco, com a fruta bastante presente.








Reserva Tinto 2007



DENOMINAÇÃO

Vinho Regional Alentejano

PRÉMIOS

Medalha de Prata Mundus Vini International Wine Awards 2011
Medalha de Prata Decanter 2010
Medalha de Bronze International Wine Challenge 2010

CASTAS

Aragonez e Syrah.

ÁREA DE VINHA

12 hectares

VINHA

Plantada em solos argilo-calcários numa ligeira encosta exposta a sul, com as linhas orientadas a norte-sul. Explorada de forma sustentável ao abrigo do programa de “Protecção Integrada”.

VINIFICAÇÃO

Uvas colhidas manualmente durante a madrugada e manhã para pequenas caixas. Fermentação alcoólica a temperatura controlada e maceração pré-fermentativa a frio. Fermentação malolactica parcialmente em barrica, seguida de estágio de 9 meses em barricas de carvalho francês. Posterior estágio em garrafa durante 8 meses.




ENGARRAFAMENTO | Julho de 2008
PRODUÇÃO | 7 500 garrafas
CONSUMO | 2009 • 2017
Pela sua intensidade aromática, robustez, frescura e juventude pode ser consumido ainda jovem. No entanto, a sua capacidade de evolução permite que seja apreciado após um período de guarda, ao longo do qual adquire complexidade e desenvolve o seu bouquet.

ANÁLISE

Teor alcoólico | 14% vol.
Acidez Total (g/dm3) | 5,4
Acidez Volátil (g/dm3) | 0,43
Açúcar residual (g/dm3) | 2,0
pH | 3,61

NOTA DE PROVA

De cor vermelha intensa e ligeira tonalidade violeta, com um aroma complexo, predominando os frutos vermelhos maduros integrados com notas a especiarias e tostadas. Apresenta-se volumoso e concentrado na boca, com taninos firmes e redondos. Final longo e fresco, com a fruta bastante presente.





SEJA RESPONSÁVEL, BEBA COM MODERAÇÃO.